Italia

A irresistível e fascinante Napoli

Não importa o que dizem sobre Napoli; e olha que a maioria não esboça tantos elogios. Algumas verdades absolutas, no entanto, ninguém pode negar: eles fazem a pizza mais deliciosa e autêntica do mundo; se orgulham da riqueza de seus mercados de rua (sem contar a oferta de frutos do mar inesquecivelmente frescos); são geograficamente abençoados por uma costa azul turquesa hipnotizante e há séculos preservam ruínas e sítios arqueológicos que nos fazem sonhar com o passado.

Assim como a maior parte do Sul da Itália, a exemplo da Sicilia ou da Calábria, Napoli tem uma vibração contagiante impossível de ficar de fora. Meu conselho: depois de se encantar pela energia barulhenta dos mercados de rua, onde cada comerciante grita para literalmente tentar vender o seu peixe, mergulhe pelas vielas antigas do Centro Histórico. O coração de Napoli tem tanto a oferecer que não caberia numa vida! Algumas particularidades, porém, naturalmente se sobressaem aos olhos: os típicos varais de roupa debruçados sobre as sacadas das casas, que só mesmo nessa parte do mundo para considerarmos charmosos, e as misteriosas catacumbas e cavernas subterrâneas.

Aos entusiastas por arqueologia, Napoli é um dos locais mais divinos para explorar. "Há camadas intermináveis de vida arqueológica na nossa capital", descreve Raffaele Romano, italiano Historiador de Arte e Arqueólogo e um dos guias turísticos mais eloquentes e sábios de Napoli. Foi junto a ele que apreciei a mágica e aprendi sobre as ruínas conhecidas como "Neapolis Soterrata" (escavações com 10m de profundidade que nos transportam a 2.500 anos atrás), ou mesmo os portões da antiga cidade Grega na Piazza Bellini e a igreja Gesù Nuovo, uma obra de arte Barroca de beleza espetacular que obrigatoriamente deve estar em seu roteiro.

Desde a primeira vez que estive em Napoli prefiro ficar no bairro Vomero. Tão e somente porque me permite admirar toda a cidade do alto por meio da moldura perfeita. Apesar de um pouco cansativo, vale descer as centenas de degraus que nos levam ao coração da cidade. É indescritivelmente especial! Uma vez lá embaixo, costumo caminhar até as ruazinhas do Quartieri Spagnoli, onde nos deparamos com um oceano de artesanato para crenças e superstições. Não esqueça de levar pra casa um souvenir chamado " Cornicello", em formato de chifre vermelho (de diferentes tamanhos) é o amuleto mais apreciado pelos napoletanos, já que acreditam proteger contra mau olhado, azar e negatividade.

Poderia me alongar exaltando as belezas naturais do bairro costeiro chamado Chiaia ou mesmo a magnífica área de Posillipo. Mas seria injusto descrever o quão única é a cidade de San Gennaro em apenas uma reportagem. Sem contar que não há visita a Napoli sem reservar um tempo para conhecer o vulcão Vesuvio e Pompéia. Por isso, se posso deixar uma dica valiosa é jamais subestimar Napoli e incluí-la em sua próxima aventura na Itália.

Outros Destinos: Italia